Buffer

14 - Cultura digital

Momento histórico

O período chamado Pós-Guerra, entre 1945 e 1955, ou seja, após a Segunda Guerra Mundial, especialmente a partir de 1966, foi palco de uma série de mudanças radicais na nossa cultura:

Iuri Alekseievitch Gagarin - primeiro homem a viajar pelo espaçoOs soviéticos enviam o primeiro astronauta ao espaço, em 1961.
Revolução cubanaOs EUA cortam relações diplomáticas com Cuba, após a Revolução desta e sua falhada Invasão da Baía dos Porcos, em 1961.
John F. KennedyJohn F. Kennedy é assassinado em Dallas, em 1963.
Golpe militar de 1964Golpe militar de 1964 no Brasil derruba o presidente João Goulart.
Guerra do VietnãOs EUA entram na Guerra do Vietnã, em 1965.
Invasão soviética - Fim da Primavera de PragaTropas Soviéticas invadem a Tchecoslováquia colocando fim à Primavera de Praga, em 1968.
AI-5 e morte de Vladimir HerzogÉ editado o AI-5, fechando o Congresso Nacional e dando poderes absolutos ao regime militar, em 1968.
Neil Armstrong - primeiro homem na LuaOs norte-americanos enviam o primeiro astronauta à Lua, em 1969.
Internet - mapa lógico da rede ARPANet em março de 1977Surge a Arpanet, o embrião da Internet, em 1969.
Rock and RollO Rock and Roll se populariza com The Beatles, The Rolling Stones, The Who e outros, associando-se à rebeldia política com Bob Dylan, Joan Baez etc.
Festival de WoodstockOcorre o Festival de Woodstock, com apresentações ao vivo de Jimi Hendrix, Creedence, The WhoCarlos Santana e muitos outros, em 1969.

É uma época de grandes mudanças político-econômicas e transformações culturais.

Como diz Gomes (2013), citando Eric Hobsbawn (1995, pág. 261),

verifica-se uma “revolução tecnológica” em que o modo de vida estadunidense é consolidado pela utilização de produtos eletrônicos e sintéticos, como eletrodomésticos, produtos de higiene e limpeza. Esse fetiche tecnológico pelo elétrico, pelo artificial e pelo automático ganha espaço na publicidade e nos veículos de comunicação em massa, assim como os produtos da “indústria cultural”, conforme definem Adorno e Horkheimer (2002, p. 66). 

O rock surge então como um produto cultural derivado da eletrônica, em que a guitarra adquire protagonismo devido ao processo de amplificação sonora que proporciona inicialmente um alto volume ao instrumento (GRACYK, 1996, p. 110). Entendemos então que o rock se consolida como um gênero musical, que ressalta a exaltação da ciência e da tecnologia, não apenas pela temática em suas letras, mas pela sua própria manifestação de sua musicalidade, seja nas suas condições de produção ou na sua forma de tocar.

E a guitarra elétrica é, assim, característica deste novo gênero musical...

Rock and Roll - guitarrista Jeff Beck

bem como o sintetizador, inventado em 1960 pelo russo Kazu Theremin, mas desenvolvido por por Robert Moog e Herbert Deutsch (amigos de infancia de Theremin) e aproveitado por bandas de rock tais como The Doors, The Monkees, The Rolling Stones, The ByrdsBread, The Beatles, dentre outros.

sintetizador Moog & Keith Emerson

Enquanto isso, com a crise da arte elitista no século XX, as artes visuais procuram a estética das massas, uma 'arte popular' enveredando na Pop Art, que usa a massificação para criticar o consumismo capitalista. A colagem Just what is it that makes today's homes so different, so appealing? (O que Exatamente Torna os Lares de Hoje Tão Diferentes, Tão Atraentes?) de Richard Hamilton (1956) é considerada a primeira desta tendência.

'Just what is it that makes today's homes so different, so appealing?'. Richard Hamilton
Just what is it that makes today's homes so different, so appealing?
de Richard Hamilton (1956)

A pop art caracterizava-se por utilizar

  • signos estéticos de cores inusitadas, massificados da publicidade e do consumo
  • figuras e ícones populares como tema de suas pinturas
  • materiais 'exóticos' tais como gesso, tinta acrílica, poliéster, látex, 
  • cores intensas, fluorescentes, vibrantes
  • objetos do cotidiano em tamanho gigante
  • transformar o real em hiper-real
'Campbell's Soup Can'. Andy Warhol
Campbell's Soup Can
de Andy Warhol (1964)
'Drowning Girl'. Roy Lichtenstein (1963)
Drowning Girl
de Roy Lichtenstein (1963)

Por falar em hiper-realidade, vale lembrar, aqui, o Palace of Living Arts, discutido na aula Realidade e Ciência e criticado por Umberto Eco:

Eco - hiperrealidade - Palace of Living Art

Warhol, que além de artista gráfico e pintor, também foi cineasta e filósofo da Arte pop, caracterizava-a, e a sua época, por artificialidade, transitoriedade e efemeridade. Dele é a famosa frase:

In the future everyone will be world-famous for 15 minutes. (No futuro todos serão famosos durante quinze minutos.) (Catálogo de uma exposição de sua arte em Estocolomo, Suécia em 1968)

Essa frase profética é a origem dos 15 minutos de fama, da busca a todo custo da celebridade, embora efêmera, que caracteriza nossa época dos BBB's, Facebook, YouTube, etc.

Na sequência da pop art, a arte conceptual pretendia desconstruir a arte, afirmando que conceitos ou idéias têm precedência sobre a estética ou os materiais e prentendendo ser a

arte que questiona o que é entendido como Arte
(Joseph Kosuth)

'Fountain'. Marcel Duchamp
Fountain
de Marcel Duchamp (1917)
'Erased de Kooning Drawing'. Robert Rauschenberg (1953)
Erased de Kooning Drawing
(Desenho apagado de Kooning)
de Robert Rauschenberg (1953)

Rauschenberg obteve um desenho do artista norte-americano Willem de Kooning, e apagou-o. 

'Portrait of Iris Clert'. Robert Rauschenberg (1961)
'Portrait of Iris Clert'
(Retrato de Iris Clert)
de Robert Rauschenberg (1961)

Convidado a participar de uma exposição, com retratos de Iris Clert, dona da Galeria, Rauschenberg enviou um telegrama à Galeria, contendo as palavras "This is a portrait of Iris Clert if I say so/ Robert Rauschenberg" (Isto é um retrato de Iris Clert, se eu digo que é). 

De certa forma, Rauschenberg está dizendo que Arte é o que artista diz que é arte, de forma parecida com a ideia de que Científico é aquilo que os cientistas dizem que é científico, conforme vimos na aula sobre os Pós-positivistas.

Posteriormente, passou-se ao Massurrealismo, resultante da convergência do surrealismo e mass media, incluindo a influência da pop art.

'Early Man Goes to Market' Bansky (2005)
Early Man Goes to Market
(Homem primitivo vai ao supermercado)
de 'Banksymus Maximus' (Bansky) (2005)

Este falso petrólito (arte rupreste) foi afixado na Galeria 49 do venerável British Museum, em Londres, sem o conhecimento ou autorização dos responsáveis, acompanhado de um texto explicativo muito semelhante ao resto do acervo. Ele teria lá permanicido por vários dias até ter sido "denunciado" por Banksy, considerado um "terrorista da arte", em seu site. Hoje essa 'obra' faz parte do acervo do British Museum.


Cultura digitalContinue conhendo a Cultura digital.

Voltar à Parte Anterior


Voltar a Minhas Aulas.


Citar esta página:
dos SANTOS, Renato P. . In Física Interessante. 4 Aug. 2014. Disponível em: <>. Acesso em: .

Voltar ao começo desta página

Voltar à página principal de Física Interessante


e-books Grátis


View Renato P. dos Santos's profile on LinkedIn

Renato P. dos Santos


Física Interessante no Google+



CSS válido!