Buffer

Virtual
Privacidade?
Você está sendo vigiado!


privacidadeVocê tem certeza da privacidade e segurança da informação que circula na Internet? Seu nome, seu endereço, seu telefone, seu número de identidade, seu número de contribuinte, a placa de seu carro, as revistas que assina e até seu saldo médio no banco e informações sobre seu crédito podem estar sendo examinados, processados, cruzados, divulgados e vendidos neste exato instante!

Não, antivírus não é suficiente!

Em 2001, a Wired noticiou a prisão de Abraham Abdallah, 32 anos, trabalhador num restaurante de Nova Iorque, suspeito de ter assumido as identidades de mais de 200 celebridades e executivos americanos, incluindo Steven Spielberg, Ted Turner, Warren Buffett, Michael Bloomberg, entre outros, para sacar dinheiro das contas bancárias de suas vítimas.

Mas o que me espantou nessa notícia não foi Abdallah ter usado a Internet para realizar essas operações - aparentemente, ele não invadiu sistemas informáticos como um hacker. O que me espantou foi ele ter conseguido, simplesmente através da biblioteca pública de Brooklyn e da prestigiada revista Forbes, acesso a informações que eu imaginaria confidenciais, tais como números de contas bancárias, contas de investimento e cartões de crédito! De fato, a lista anual da Forbes das pessoas mais ricas nos EUA, além das biografias dos bilionários, incluía também seus endereços particulares, números de telefone e, em alguns casos, até o número da segurança social, que nos EUA é importantíssimo, mais ou menos como nossos números de carteira de identidade, de contribuinte e PIS, tudo junto.

E você?

Certo, você não é americano nem aparece na Forbes. Mas já visitou algum site na Internet, não? Pois saiba que só isso já é suficiente para ter sido espionado.

Aqueles banners de publicidade que aparecem em muitos sites não são apenas irritantes - muitas vezes, basta a sua exibição automática para despoletar a transferência de pedaços de informação pessoal, que podem mais tarde ser reunidos através de um identificador único (que pode ser até o endereço único da sua placa de rede) pelas agências de publicidade on-line (e.g., AdForce, DoubleClick). E lá se foi sua privacidade!

Após cruzarem essa informação com outras bases de dados, constróem dossiês dos hábitos de compra de seus clientes, tal como foi o caso da DoubleClick, que só suspendeu seus planos devido à gritaria do público americano.

Num estudo por telefone realizado a uma amostra de mais de mil adultos americanos pela empresa Gallup em 2001, cerca de 40% disseram estar preocupados com os sites de empresas na Web rastearem a movimentação on-line dos clientes.

Segundo o pesquisador responsável, o medo sempre é de que essa informação vá parar a mãos erradas. Tal como as de Abdallah, diria eu.

E você sabia que algumas das empresas de comércio eletrónico que faliram na bolha de 2001, venderam suas bases de dados de clientes para apurar algum dinheiro para ajudar a equilibrar suas contas? Empresas que tinham uma bonita política de privacidade quanto aos mesmos dados de seus clientes!

O perigo mora dentro do seu PC!

Você tem instalado software que se obtém gratuitamente na Net (freeware)? Por exemplo, GoZilla, Gator, Comet Cursor, RealJukebox, Alexa, Doubleclick, Web3000, Webhancer, etc.? Quando instalou Windows ou Internet Explorer, registou-se on-line através do Microsoft Windows Registration Wizard? Bingo!

A maioria do freeware sobrevive graças à publicidade que exibe em banners enquanto está em operação. Por isso são também chamados adware. Tipicamente, há também uma versão paga que não inclui publicidade. É compreensível que este freeware tenha de se conectar à Web para receber novos banners. Mas já reparou na duração da conexão e a quantidade de dados enviados na direcção contrária, i.e., em upload para a Web, de alguns deles? Por que você acha que seria?

Você sabia que muitos freeware incluem a capacidade de recolher sorrateiramente informação pessoal sua e no seu computador e enviá-la para seu autor ou de realizar quaisquer actividades sem que você saiba? Neste caso, é chamado de spyware. Quer uma lista? Então veja a do site de Steve Gibson, da Gibson Research Corporation. Antes de instalar qualquer novo freeware verifique no site SpyChecker se ele não é suspeito de ser spyware embutido.

Seus módulos spyware podem estar activos em seu computador neste exato momento. Podem fazer qualquer coisa que um programa faz, tal como monitorar o teclado, ler ou apagar qualquer ficheiro no disco rígido, bisbilhotar outros programas, tais como processadores de texto e programas de chat, ler seus cookies, alterar a página de abertura do seu browser da Internet, monitorar sua navegação na Web, etc. Toda a informação obtida pode ser utilizada pelo autor do spyware ou vendida para empresas. E lá se foi sua privacidadede novo!

O fato de estas capacidades de se instalarem e operarem secretamente e de serem incluídos em software grátis de grande difusão na Web não serem descritas no manual de instruções, nas políticas de privacidade ou nos ficheiros de ajuda dos programas, sugere que quem os distribui não tem as melhores intenções, não acha? E, frequentemente estes módulos permanecem ativos no seu computador, mesmo depois de ter desinstalado o freeware. Há até uma versão recente de spyware que confunde-se com um processo do próprio Windows e não aparece na janela de Ctrl+Alt+Del.

Você tem tido problemas no seu computador, tais como lentidão, erros de Operação Ilegal, falhas nos browsers ou até crashes? Pois módulos de spyware podem estar por trás deles!

Como se prevenir?

Costumo recomendar o ZoneAlarm como um firewall gratuito e eficaz para impedir que hackers penetrem no seu computador. Acontece que o ZoneAlarm também protege ao contrário, impedindo o acesso à Internet de programas a partir do seu computador e, com isso, denunciar e bloquear alguns spyware.

A remoção de módulos spyware é, em geral, bastante difícil. Para localizar e eventualmente remover spyware em seu computador, recomendo o SpyBot, também gratuito. Instale-o no seu computador e deixe-o proteger sua privacidade silenciosamente. Caso algum programa tente se instalar e modificar suas configurações, ele solicitará sua autorização antes de permitir. Lembre-se que pode adquirir spyware só por visitar certos sites da Web.

Finalmente, se encontrou módulos spyware em freeware que utiliza, sugiro procurar um substituto não-spyware. Infelizmente sites como Tucows, ZDNet, Abixaqui, etc. não discriminam entre freeware, adware e spyware. Uma possibilidade seria o site Pricelessware que procura não incluir adware ou spyware.

Sua privacidade é um direito seu!


Atualização (31 jul 2008)
Este site examina o histórico do seu navegador da Internet e, baseado num modelo matemático simplista com relação aos sites que você tem visitado, tenta descobrir se você é menino ou menina! É em inglês mas só tem que apertar um botão e a resposta é bem clara ... quer dizer, nem tanto .... Você pode descobrir um outro lado seu! Veja o meu resultado!

Veja mais sobre Privacidade na Wikipédia.


Voltar a Conheça meu lado virtual!.


Citar esta página:
dos SANTOS, Renato P. . In Física Interessante. 17 Nov. 2014. Disponível em: <>. Acesso em: .

Voltar ao começo desta página

Voltar à página principal de Física Interessante


e-books Grátis


View Renato P. dos Santos's profile on LinkedIn

Renato P. dos Santos


Física Interessante no Google+



CSS válido!