Buffer

Virtual
Celular na Sala de Aula

A Faculdade de Medicina da Ohio State University planeja incorporar o iPod Touch da Apple como "equipamento obrigatório" para os estudantes. Segundo a notícia, o aparelho deverá ser usado, com softwares específicos, para reproduzir vídeos de tratamentos e exibir imagens do corpo humano, por exemplo. Os estudantes também poderão utilizar os recursos do aparelho, que toca música, exibe imagens e vídeos, entre outras funções, para identificar remédios que o paciente esteja tomando, antes de receitar novos medicamentos.

Enquanto isso, a posição de muitos, muitos, professores é de que "celulares, câmeras, tocadores de música e afins devem ser negados, evitados, excluídos das salas de aula e da escola", como bem vivenciou Rogério Santos Pereira, mestrando em Educação Física na UFSC, quando estimulou seus alunos do Ensino Fundamental no Centro Pedagógico da UFMG "para que eles fizessem uso dos seus aparelhos eletrônicos em sintonia com as aulas" numa "fusão de linguagens e conhecimentos construídos e compartilhados". Veja o relato em seu interessantíssimo blog Ilhas Desconhecidas.

Não estou aqui fazendo uma apologia comercialista da tecnologia, não é meu perfil. Mas acredito que muito se pode fazer para trazer tecnologias que *já* estão na mão dos alunos para dentro da sala de aula, com ganho pedagógico. E também não é uma postura derrotista de "se não pode vencer ...".

Por um lado, são bem conhecidos os caricatos vídeos de "professor interrompido" por telefone celular destruindo o aparelho. Por outro, segundo Moran, o celular é a tecnologia que atualmente mais agrega valor: é móvel e converge rapidamente para a integração de suportes, linguagens e recursos de imagem, som, comunicação, entretenimento, etc.

É bem conhecida a lenda, narrada por Platão, da feroz crítica feita à invenção da escrita por Toth: sabendo escrever, os homens deixariam de exercitar a memória, transmitindo não a sabedoria, mas apenas uma grande soma de informações. O uso de calculadoras em sala de aula ainda é motivo de debate. Depois os computadores. Cada Nova Tecnologia encontra enorme resistência à sua entrada na conservadoríssima Escola, na zona de conforto do acomodado professor.

Acredito que tudo é uma questão de criatividade para incorporar o quotidiano no aluno na sala de aula, em vez de adaptar este a um ambiente artificial, desconectado da realidade.

Não sei como fazer, mas vou aprender.


Voltar a Conheça meu lado virtual!.


Citar esta página:
dos SANTOS, Renato P. . In Física Interessante. 17 Nov. 2014. Disponível em: <>. Acesso em: .

Voltar ao começo desta página

Voltar à página principal de Física Interessante


e-books Grátis


View Renato P. dos Santos's profile on LinkedIn

Renato P. dos Santos


Física Interessante no Google+



CSS válido!