[an error occurred while processing this directive]

Livro
Anjos e Demônios,
Dan Brown

livro Anjos e DemôniosAnjos e Demônios. Dan Brown. Sextante, 464 páginas, 2004.
O resumo do enredo é que um físico religioso – não tão raro como se quer fazer crer – acredita ter reproduzido o Big Bang em laboratório, tornando a gênese um evento científico. Sua intenção não era contestar a existência de Deus, mas, ao contrário, provar que é possível se criar algo a partir do nada. Mas, nas palavras de Gleiser, o feitiço virou contra o feiticeiro. De fato, o cientista é encontrado assassinado e marcado a fogo com o misterioso ambigrama da poderosa sociedade secreta denominada Illuminati, que se apossa da antimateria para construir uma super-bomba, uma espécie de arma do juízo final, para destruir o Vaticano, interrompendo a eleição de um novo papa.

Tal como no anterior O Código Da Vinci, o heróico professor de simbologia de Harvard Dr. Langdon, como sempre, muito bem acompanhado, desta vez pela bela e brilhante física italiana Vittoria Vetra, filha adotiva do físico assassinado, esbanja seus conhecimentos de ciência, religião e história da arte numa frenética tentativa de salvar o mundo, durante mais um episódio da antiga guerra política entre Ciência e Religião, mostrando, ao mesmo tempo, que há “anjos” e “demônios” em ambos os times.

Sem dúvida que há muitas incorreções no livro e no filme, algumas devidas a desconhecimento, outras possivelmente para tornar a história mais atraente. Apesar disso, tratando-o como apenas como uma divertida ficção, o que torna o livro interessante, tanto ou mais do que a aventura, é, como diz Gleiser, levantar as antigas questões sobre a existência de Deus, a possibilidade de se ter fé em um Universo que parece ter profunda indiferença por nós, a reconciliação entre o científico e o espiritual, etc.

Enquanto não se começam a construir bombas, a antimateria já tem utilizações quase corriqueiras, tal como nos tomógrafos PET (tomografia por emissão de pósitrons, na sigla em inglês), dos quais já há mais de uma dezena, instalados em centros de pesquisa e hospitais públicos no Brasil, estando já em estudos a sua inclusão no SUS.

Física também é diversão!

Referências

Veja sobre divergências do livro na Wikipédia (em inglês).

Veja mais sobre o LHC na Wikipédia.

Veja mais sobre o CERN na Wikipédia.

Veja mais sobre o tomografia PET na Wikipédia.

Veja mais sobre o filme Anjos e Demônios.

Veja também Físicos brasileiros participam do LHC.

[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive]