Buffer

artigo
Simulações Computacionais no Ensino de Física no Ensino Médio e Educação Profissional

artigo Simulações Computacionais no Ensino de EletrodinâmicaSimulações Computacionais no Ensino de Física no Ensino Médio e Educação Profissional. (com Luís Antônio Aransegui). Apresentado no XIII Salão de Iniciação Científica e Tecnológica da Ulbra, Canoas, 2007.

Resumo
Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais,o Ensino Médio deve envolver de forma combinada o desenvolvimento de conhecimentos práticos contextualizados, que respondam às necessidades da vida contemporânea, e o desenvolvimento de conhecimentos mais amplos e abstratos , que correspondam a uma cultura geral e a uma visão de mundo. Em Física, precisamos construir coletivamente o aprendizado, que deve ser contínuo, possibilitando o exercício de reflexões, intervenções e julgamentos práticos. A utilização de simulações computacionais entram em total harmonia com esta proposta, porque geram uma interação do aluno do conhecimento técnico científico desenvolvido em aulas expositivas com a realidade dos fenômenos que ocorrem em seu dia a dia e desta forma o estudante passa a perceber que as ciências fazem parte da nossa vida de uma forma geral e não apenas dentro de uma sala de aula. Este trabalho está sendo realizado com alunos do Ensino Médio e Educação Profissional da Escola Técnica Santo Inácio. Utilizamos o software Modellus para demonstrar fenômenos e funções estudadas em Eletrodinâmica através de simulações computacionais em Eletrodinâmica. A metodologia utilizada foi o POE (Predizer, observar e explicar),no primeiro momento é aplicado um pré teste,nesta fase o estudante preenche um pré questionário respondendo algumas questões de Eletrodinâmica baseado apenas em seu senso comum, logo após opera e observa  uma simulação criada pelos pesquisador anotando sua conclusão. O pós teste é aplicado em um terceiro momento. Percebeu-se que durante nossa proposta os alunos puderam trabalhar em equipes, manipulando, construindo, descobrindo coletivamente situações através das observações e reflexões obtidas durante a manipulação do programa Modellus. As simulações computacionais ajudaram a elaborar hipóteses e conclusões reduzindo as concepções alternativas dos estudantes que outrora eram baseadas apenas no senso comum. As experiências de Eletrodinâmica feitas nas simulações não serviram apenas para o cumprimento de conteúdos pré-estabelecidos, mas também para atravessar as fronteiras existentes entre a sala de aula e o mundo real objetivando o estímulo a resolução de problemas do cotidiano.

downloadAdobe file (.pdf)

Referências

  • BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC, 1997. v. 2, p. 92. 
  • MOREIRA, Marco Antonio. A teoria da aprendizagem significativa de Ausubel. In: MOREIRA, Marco Antonio. Teorias de Aprendizagem. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária, 1999. P. 151-165. 
  • YAMAMOTO, I.; RARBETA, V.B.. Simulações de Experiências como Ferramenta de Demonstração Visual em Aula Teórica de Física. Revista Brasileira de Ensino de Física. São Paulo, v. 23, n. 2, pp. 215-225, jun/2001.

Voltar a Artigos Científicos.


Citar esta página:
dos SANTOS, Renato P. . In Física Interessante. 12 May. 2014. Disponível em: <>. Acesso em: .

Voltar ao começo desta página

Voltar à página principal de Física Interessante


e-books Grátis


View Renato P. dos Santos's profile on LinkedIn

Renato P. dos Santos


Física Interessante no Google+



CSS válido!